Arquivo | maio 2016

Peça para o Dia do Pastor: Pescadores em Alto Mar

pastor

Olá!

Continuando as publicações especiais para a programação do Dia do Pastor, compartilho mais uma peça que pode ser ensaiada para apresentação nessa data. O Dia do Pastor é comemorado no segundo domingo de junho.


  Pescadores em alto mar

(Turminha Ká entre Nós)

 

Pedro –  O que vou dizer lá em casa?  Eu sou pescador  há  40 anos. Já pesquei peixes enormes, em grandes quantidades. Uma vez  pesquei tantos peixes, mas tantos peixeis, que nem cabiam no barco! Sem contar que ele quase virou…

Tiago –  Esta foi bem forçada heim? Hahahahah. (Todos dão risadas.)

Pedro –  Nem tanto assim! O Pior é que em 40 anos nunca fiz  pescaria tão horrível! Não pescamos nada!

João –  Pescamos sim! Olha aqui! (Mostrar um peixinho.)

André –  Vamos disfarçar, não deixem ninguém perceber que não pescamos nada! Oh! Olá, mestre! Está um lindo o dia hoje, não é?

Jesus – Como foi a pescaria?

Pedro – Bom, mais ou menos! O mar não está pra peixe hoje…

Jesus –  Ah! Mais ou menos dá pra alimentar quantas pessoas?

André – Mais ou menos é tudo isso aqui mestre! (Mostra o peixinho.)

Tiago –  Bom, pra falar a verdade, não pescamos nada!

Jesus –  Então vamos voltar para o mar e pescar alguma coisa…

Pedro –  Mas, Senhor! Nós ficamos horas no mar! Passamos a noite toda e não pescamos nada! Não vai adiantar voltar agora! Os peixes não estão lá!

João – Vocês estão sempre com falta de fé. Deixa que eu explico!  Senhor não é por este motivo não! É que já lavamos a rede e isso dá um trabalhão! E não compensa voltar agora, entende?

Jesus –  Confie em mim! Vamos voltar para o mar e pescar!

André – Isso mesmo! Vamos lá, esse povo está sempre com falta de fé!

 

(Cantar uma música)

Pescadores em alto mar,

jogue suas redes, jogue suas redes!

Eles estão a trabalhar

Jogue suas redes, jogue suas redes!

Pelo mar vão navegando!

Seu trabalho é pescar!

Eles querem grandes peixes! Pra família alimentar!

Lá,lá, lá, lá,lá, lá,lá, lá,lá

Pedro, André, Tiago e João no barquinho,

Pedro, André, Tiago e João no barquinho,

Pedro, André, Tiago e João no barquinho.

No mar da Galileia!

 

Jogaram a rede mais não pegaram peixe…

Jogaram a rede mais não pegaram peixe…

Jogaram a rede mas não pegaram peixe…

No mar da Galileia!

 

Cristo mandou que eles jogassem a rede…

Cristo mandou que eles jogassem a rede…

Cristo mandou que eles jogassem a rede…

No mar da Galileia!

 

Puxaram uma rede cheia de peixinhos…

Puxaram uma rede cheia de peixinhos…

Puxaram uma rede cheia de peixinhos…

No mar da Galileia!

 

 

 

Peça para o Dia do Pastor: Fruto do Espírito

pastor

Oi, gente!

Hoje, continuando com publicações especiais para o Dia do Pastor, compartilho uma peça que pode ser usada na comemoração dessa data. O Dia do Pastor é comemorado no segundo domingo de junho.

 


Fruto do Espírito

Programa para o Dia do pastor (Angle Wilson)

 

Preparativos – Providenciar com antecedência uma cesta ou uma caixa enfeitada para colocar as frutas. À medida que o programa vai desenvolvendo-se, cada pessoa, que representará a sua organização, colocará  uma fruta na cesta.

 

Narrador – Leitura Bíblica em Gálatas 5: 22-25 – “Mas o fruto do Espírito é: Amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, domínio próprio; contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo crucificaram a carne com suas paixões e concupiscência. Se vivemos em Espírito,  andemos também em Espírito”.

 

Cantar uma música  junto com a igreja.

 

Narrador – Esta cesta está vazia. Vamos enchê-la com o fruto que vemos em nosso pastor (dizer o nome do pastor). Enquanto o narrador vai falando  sobre os frutos  as pessoas que estiverem  com a fruta, caminha e coloca na cesta.

 

1 – Amor (pode ser uma criança, entrar com uma fruta)

Narrador – 1 João 4: 7 e 8 “Amados, amemo-nos  uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus;  aquele que não ama, não conhece a Deus; porque Deus é amor”.  Nosso pastor está cheio de amor… primeiro amor a Deus, amor à palavra de Deus, amor à sua igreja, amor ao trabalho do Senhor, amor à sua família e à família de Deus, (coloca uma fruta na cesta).

 

2 – Alegria-  (Escolher uma pessoa para colocar a fruta)

Narrado r- Romanos 8:28 “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados por seu decreto”. Nosso pastor foi chamado por Deus para pregar a sua palavra e nos guiar em caminhos dignos de filhos de Deus. Pastor (dizer o nome do pastor) veio de (dizer a cidade e o estado) e está conosco liderando-nos  cheio de gozo e alegre por ter certeza de estar dentro da vontade de Deus”.  (Colocar uma fruta na cesta.)

 

3 – Paz-  (Escolher uma pessoa para colocar a fruta.)

Narrador – Romanos 12-18  “Tanto quanto possível, vivam em paz com todos os homens”.  A igreja aprecia o espírito de paz com que o pastor (dizer o nome do pastor) dirige a igreja. A amizade e interesse sincero nas famílias  que  compõem a igreja (falar o nome da igreja) é um dos segredos do sucesso do nosso pastor. (Colocar uma fruta na cesta.)

 

4 – Longanimidade –  (Escolher uma pessoa para colocar a fruta.)

Narrador – Hebreus 10:36  “Porque necessitais de paciência para que depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa”. Pastor (falar o nome do pastor) tem sido um exemplo para nós na longanimidade. Sempre bondoso, com firmeza de ânimo procura ficar em contato não só com os membros da igreja, mas com os visitantes.  (Colocar uma fruta na cesta.)

 

5 –  Benignidade – (Escolher uma pessoa para colocar a fruta na cesta)

Narrador –  Mateus 7:12 “Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-o também vós, porque esta é a leia e os profetas”. A benignidade é outra característica marcante em nosso pastor. Nas reuniões sempre há aquele ambiente fraternal e cheio de amor. (Coloca uma fruta na cesta)

 

(Música com toda a igreja.)

 

6- Bondade – (Escolher uma pessoa para colocar a fruta na cesta.)

Narrador – Mateus 5:16 “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso pai que está nos céus”.  Em nossa igreja, o nosso pastor sempre coopera conosco dando seu apoio e inspiração em nossas reuniões.  (Colocar uma fruta na cesta.)

 

7 – Fé- (Escolher uma pessoa para colocar a fruta na cesta.)

Narrador – 1 João 5:4 “Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo; a nossa fé.”; Hebreus 11-1 “Ora a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das  coisa que  não vêem.” A fé sustenta e nos leva a perseverar em nossa vida Cristã, seguindo a paz com todos, testemunhando, contando as boas-novas e obedecendo á palavra de Deus, estudando a bíblia, e crescendo  dia  dia. (Colocar uma fruta na cesta.)

(Musica  com toda igreja)

 

8 – Mansidão (Escolher uma pessoa para colocar a fruta na cesta.)

Narrador –  Mateus 5:5  “Bem-aventurado os mansos porque eles herdarão a terra”. Devemos ser mansos e suaves, mas também cheios de entusiasmo. Nosso pastor tem dado todo apoio á música de modo geral. (Colocar uma fruta na cesta.)

 

9 -Domínio próprio –  (Escolher uma pessoa para colocar a fruta na cesta.)

Narrador – Colossenses 3:13  “Sejam amáveis uns com os outros e prontos a perdoar; jamais guardem rancor. Perdoem como o Senhor perdoou vocês.” Certamente este fruto é muito importante e essencial na vida cristã… muito mais na vida de um pastor que tem de lidar com pessoas diferentes, cultivando-as para Cristo.   No campo, como o pastor cuida das suas ovelhas; também o nosso pastor  cuida da nossa vida espiritual.  Demos graças a Deus pelo pastor que temos e que Deus o abençoe rica e abundantemente!

(Colocar uma fruta na cesta)

 

Cantar uma música especial e depois fazer uma oração e entregar a cesta de fruta para o pastor

 

 

 

 

 

Jogral para o Dia do Pastor: Meu pastor

pastor

Olá!

Continuando as publicações especiais para o Dia do Pastor, venho compartilhar mais um jogral que pode ser ensaiado para a programação da sua igreja nessa homenagem. O Dia do Pastor é comemorado no segundo domingo de junho.


Meu pastor

PARTICIPANTES: 4 pessoas ou mais.

 

Voz – Que diremos deste homem,  reverendo (falar o nome do pastor), nosso pastor?

Todos – Só diremos boas coisas, pois ele é merecedor.

Voz – Ele é filho de Deus.

Todos – E cumpre bem os mandamentos seus.

Voz – Ele é moreno e elegante!

Todos – Ele é amável e sereno.

Voz – Ele é bem mocinho.

Todos –  E muito bonitinho.

Voz- Ele é culto e inteligente.

Todos – Ele é amigo da gente

Voz – Ele é sábio e intelectual

Todos – Também muito espiritual.

Voz – Ele é bondoso

Todos – E também sincero e carinhoso

Voz – Ele é trabalhador.

Todos – Tudo faz com muito ardor.

Voz – A esposa dona ( falar o nome da esposa) ele tem amor

Todos – Ele olha para ela com dulçor

Voz – É incansável na peleja.

Todos- Orienta bem a nossa igreja

Voz – é um grande servo do Senhor.

Todos- É constante o seu  fervor.

Voz – Hoje é o dia do pastor.

Todos – Que nós oremos por ele!

 

Poesia para o Dia do Pastor: Para o meu grande amigo

pastor

Oi, gente!

Continuando com as publicações especiais para o Dia do Pastor, hoje compartilho uma poesia que pode ser apresentada no dia da homenagem. O Dia do Pastor é comemorado no segundo domingo de junho.


 

Para o meu grande amigo

 

Hoje Senhor, minha oração é diferente,

quero pedir-te de coração ardente,

um bem especial para um amigo.

 

Ele é pastor.

E, como  é natural, é o homem de Deus.

Que anuncia a verdade.

E guia para o bem sua comunidade

Hoje é seu dia!

 

Às vezes o chamo de mestre,

quando vem falar comigo.

Mas pastor, doutor, professor,

em qualquer dessas funções,

ele é sempre o amigo.

 

Ele me inspira coragem

e irradia ternura,

mesmo com rosto fechado

desprende  serenidade.

 

Se sorrir é de alegria

ou, quem sabe, ele esconde

a dor de uma picada

de espinho de profissão

do corre-corre da vida

o fruto da ingratidão

 

Mesmo se isso acontece

Ele é sempre o pastor.

É para este Senhor,

é para ele que peço

uma  benção  especial.

 

Não sei o que pedir,

mas sabes o que ele almeja.

E como orvalho que desce

Benfazendo a natureza,

seja ele abençoado

em recompensa das flores

que distribui, em sua lida

na sua comunidade, dando mais vida a cada dia,

anunciando a verdade.

Jogral para o Dia do Pastor: Nosso Pastor

pastor

Olá!

No segundo domingo de junho é comemorado o dia do pastor. Muitas igrejas não comemoram mais essa data, mas algumas ainda fazem uma programação especial para homenagearem seus pastores. Para esse momento, vou compartilhar nos próximos dias algumas atividades que podem ser ensaiadas e apresentadas (pelas crianças, por exemplo). Começarei hoje com um jogral chamado “Nosso pastor”.

 


 

Nosso Pastor

( Thomas Jéferson Cunha)

 

PARTICIPANTES: 4 pessoas

 

1 – Hoje é seu dia.

3 – Por isso estamos aqui.

2 – Para nós expressarmos melhor a teu respeito.

4 – E te dizer que somos agradecidos pela tua vida.

Todos – Queremos te homenagear.

1 – Você é aquele pastor cuja personalidade é caracterizada pela perseverança.

4 – Você sabe que após as trevas da madrugada segue-se a bela e inspirativa aurora.

Todos –  E continua lutando.

2 – É forte, dinâmico. Sua mente, sua vida, está totalmente voltada ao evangelho. Você tem o rebanho, tem a visão da obra, tua força física e espirituais para o trabalhar.

Todos – Um grande lutador.

4 – É o seminarista que atendendo o chamado divino sonha em ter um rebanho para amar e cuidar conduzindo aos  pastos verdejantes ás águas de descanso, aos caminhos do Senhor.

Todos – O pastor (falar o nome do pastor)  tem um pouco de tudo isso…

1-   A experiência

2 – A perseverança

3 –  A visão

4 – Os sonhos

Todos – Pastor ( dizer o nome)

2 – Ministério profundo

3 – Confirmado em meio a muitas lutas

4 – Mas sempre coroado de vitórias

1 – Pois aquele que Cristo chama, Ele também capacita

Todos – Sentimos pelo nosso pastor

1 – Zelo pelas suas ovelhas

3 – Espírito de sacrificio

4 – Paciência com as ovelhas mais fracas

2 – Amor pelo seu rebanho.

Todos – Queremos lhe dizer que é muito bom

1 – Saber que temos um pastor e um amigo.

2 – Lembrar de todo apoio  que já recebemos das tuas mãos

3 – Temos seu ombro amigo para chorar

4 – E acima de tudo de termos como nosso pastor.

Todos – Amigo, aceita, a nossa tímida manifestação de carinho. Que continuemos juntos por muito tempo ainda é o que realmente desejamos . Parabéns pastor pelo seu dia!

Uma oportunidade

Olá!

Hoje eu vou compartilhar com vocês uma linda história, do cego Bartimeu curado por Jesus. Essa história traz dicas de como vocês podem contá-la e interagir com as crianças. O material foi elaborado pela Lina, do site Linólica Kids e a postagem original vocês podem ver clicando aqui.

——–

Uma oportunidade

cego 3

 

Tudo aconteceu na cidadezinha chamada Jericó.

Lá morava um homem chamado Bartimeu. Ele tinha um sério problema. Ele era cego.

Bom… vamos chamá-lo de o cego Bart.

Todos os dias para Bart eram negros. Ele não conseguia ver nada. Apenas imaginava as coisas.

E como todos sabem… é muito difícil um cego arrumar um emprego, né?

Daí… o jeito era pedir esmola. Ele tinha uma capa, que a usava para se proteger. Ele sentava sobre ela,  e passava o dia inteirinho na rua, sentado, pedindo esmola.

Então vamos imaginar aqui o nosso amigo… o cego Bart?

  clique aqui  para saber  como eu sugiro que ilustre essa história

Essa era a única oportunidade do cego Bart. Passar o dia inteiro… pedindo esmolas…

-Me dá uma esmolinha!   (aproveite para depositar uma moedinha na canequinha)

Agora, vamos deixá-lo aí sentado… já, já a gente volta para falar o que aconteceu com ele.

Porque eu quero contar uma oportunidade que tive. (Nesse momento, relate como foi a sua experiência, ou seu encontro com Cristo resumidamente – eu falei que quando eu era criança (5 anos) eu tinha um sonho de ser rica, por isso, sempre pedia a Deus em oração que meu pai ganhasse na loteria esportiva, mas isso nunca aconteceu. Deus me deu outras oportunidades, uma delas foi de estudar, fiquei maiorzinha e fui trabalhar e mais tarde entrei em uma universidade. Foi na época da universidade que tive a maior oportunidade da minha vida. Um dia, me convidaram para ir à igreja e lá eu tive um encontro com o Senhor Jesus e entreguei a minha vida para ele).

Voltemos agora para o Bart, que não é o Simpson, mas o Bartimeu.

Pobre Bart. Era sempre a mesma coisa… Sentado… Que rotina…

Mas… tinha algo no cego Bart que funcionava bem… Eram os seus ouvidos. Ele ouvia os passos das pessoas. Ele ouvia o comentário delas. Ele ouvia e ficava imaginando como seriam as pessoas. Imaginando as cores, sentindo os cheiros.

Um dia… o cego Bart assentado nas ruas quando ouviu um comentário que muito lhe interessou.

Ele arregalou os ouvidos… só não os olhos, porque ele não podia ver.

Eram algumas pessoas que diziam assim:

-Pois eu não vejo a hora que Ele chegue aqui em Jericó. Dizem que ele é demais!

– Ouvi dizer que um dia ele alimentou muita gente só com 5 pães e  2 peixes.

O cego Bart pensou:  – Quem??? Quem???

Mas logo as pessoas saíram de perto de Bart, e ele ficou querendo saber mais.

Logo… logo… ouviu mais passos apressados e mais comentários.

– Ele é de Nazaré. Tinha um cara que era surdo e gago. Que foi curado com o toque de suas mãos.

O cego Bart pensou novamente:  – De quem eles estão falando????

E novos comentários chegaram aos ouvidos do pobre Bart.

– Ele curou leprosos e fez paralíticos andarem. Esse Jesus de Nazaré só pode ser o messias enviado de Deus.

O cego Bart pensou: –  Taí! Esta é  a minha grande chance! a minha oportunidade! Somente esse Jesus pode me tirar dessa situação.

É Bart… mas nem tudo é tão simples… Como você fará para chegar até a Jesus sem enxergar? E como fará para alcança-lo com tamanha multidão. Isso é muito difícil…

Agora… os barulhos, perto de Bart se intensificaram.

Ele ouvia barulho de multidão. Em que direção estaria Jesus?

Então ele teve uma ideia brilhante.

Começou a gritar:

– Jesus! Filho de Davi!!! Tenha compaixão de mim!

Gritava mais alto, com toda a sua voz.

Ao invés das pessoas ajudarem o cego Bart, deram uma bronca nele. Mandaram que ele calasse  a boca.

Mas… Bart…não obedeceu, pois tudo o que ele queria na vida era ter um encontro com Jesus.

Era a grande oportunidade de Bart.

Somente Jesus poderia ajudar ele a sair daquela situação.

Então ele gritou mais alto, com toda a sua força.

O seu grito chegou ao coração de Jesus e percebeu a fé que o cego Bart tinha.

Mandou seus discípulos chamarem Bart

Os discípulos aproximaram-se de Bart e disseram:

– Tenha ânimo, o mestre te chama.

Bart, nem pensou… que deu um salto e largou sua capa e foi ter com Jesus.

(Nessa hora, estourar a bexiga com as mãos, jogar a toalha no chão – simbolizando que o Bart cego deixou de existir quando foi ter um encontro com Jesus e agora era um novo homem).

Bart, ajudado pelos discípulos, aproxima-se de Jesus que lhe perguntou:

– O que quer eu lhe faça?

– Que eu veja.

– Vá… a tua fé te curou…

Nesse, um clarão foi surgindo nas vistas de Bart. Ele viu em sua frente um homem. Rosto manso, bondoso. Era o rosto do seu Salvador Jesus.

É… Bart recuperou a sua visão.

E ele pode olhar primeiramente para  Jesus primeiramente e assim, pode levar uma vida normal… porque o ex-cego Bart não desperdiçou a sua oportunidade de ter um encontro com Jesus.

Deus nos dá oportunidades. Não desperdice-as, como estudar, trabalhar, fazer coisas boas. Mas a grande oportunidade. A oportunidade das oportunidades é ter um encontro com Jesus. Bart fez a coisa certa…  e você? Também vai fazer como Bart de ter um encontro com Jesus? O momento é esse.

Vamos orar. ( Nesse momento peça para aqueles que querem ter um encontro com Jesus venham a frente e ore com eles)